JavaScript seems to be disabled in your browser.

You must have JavaScript enabled in your browser to utilize the functionality of this website. Click here for instructions on enabling javascript in your browser.

Não Vim Trazer Paz

Quando Jesus disse: “Não vim trazer paz, mas espada”, muitos não entendiam o significado de suas palavras. Nós também, nos dias de hoje, podemos estranhar o fato que o amoroso Salvador fale em espada.

Não Vim Trazer Paz contém doze histórias que retratam a dura realidade da vida dos anabatistas do século XVI. A primeira, “A Mulher do Percussionista”, que ocupa mais da metade do livro, inclui personagens como Menno Simons e Dietrich Phillips, líderes influentes naqueles tempos.

Não Vim Trazer Paz é um livro que cativa não apenas as crianças, mas os adultos também.No capítulo, “Uma fogueira de livros” (ver capa do livro), dois cristãos foram queimados na fogueira em praça pública pelo “crime” de produzir literatura cristã e ensinar os outros sobre o caminho de Deus. Os presentes assistiram a tudo em silêncio, até o momento em que as autoridades resolveram fazer uma fogueira destes livros. Num ato corajoso, correram até a fogueira e tiraram os livros, levando-os para casa.

Não perca este livro! (236 páginas)